Cultura Hip Hop de Manaus ganha obra literária histórica

Cultura

Manaus (AM)- O dia 4 de novembro promete ser um marco cultural para a cidade de Manaus. Às 16h, no emblemático Palácio Rio Branco, será lançado o livro “Hip Hop Manaus Anos 80, Uma Cultura de Rua e Popular”, uma obra meticulosamente escrita pelo historiador e ícone do hip hop local, Richard Adriano de Souza, também conhecido como Adriano Art96. A entrada para o evento é gratuita.

O livro, que é fruto da dissertação de Mestrado em História Social, defendida por Richard na Universidade Federal do Amazonas, em 2016, desvenda as facetas socioeconômicas da cultura hip hop em Manaus. Por meio de 14 entrevistas perspicazes, Richard desvela uma Manaus multifacetada – uma cidade que transcende o underground, mergulhando nas subculturas do skate, rock, breakdance.

A obra não se limita a uma narrativa histórica; ela explora conceitos como globalização, hibridismo cultural, identidade e marginalização social, fornecendo uma base sólida para a compreensão do conhecimento do hip hop em Manaus.

Sobre o autor

Richardson Adriano de Souza, ou Adriano Art 96, nasceu em Manaus em 1975. Vivenciando diversas camadas sociais da cidade, desde os bairros do Alvorada 1, 2, 3, até a Praça da Saudade, Richard foi um pioneiro no movimento Hip Hop Manaus. Líder do movimento de 1997 a 2013, ele se destacou não só como dançarino de break (popping e locking), mas também como uma voz ativa na promoção de políticas públicas para a juventude.

Sua trajetória também inclui a produção e apresentação do programa “Amazonas Hip Hop”, mais tarde renomeado para “Comunidade Hip Hop”, o primeiro do gênero em Manaus. Com graduação em História pela Universidade Federal do Amazonas e atualmente Doutorando em História Social, Richard segue contribuindo com a cultura hip hop através de pesquisas e publicações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *