Inscrições para o Bolsa Universidade termina nesta segunda-feira (6)

Manaus

Manaus – A Prefeitura de Manaus, por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), registrava, até a manhã deste domingo (5), quase 46 mil inscrições efetivadas para o Programa Bolsa Universidade (PBU) 2024. Participam deste processo, 15 Instituições de Ensino Superior (IES) da rede privada, com a oferta de mais de 34 mil oportunidades de acesso ao ensino superior para estudantes de famílias de baixa renda.

O prazo para se inscrever encerra às 10h desta segunda-feira (6). Vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), a Espi, coordenadora do PBU, marcou a divulgação da primeira chamada dos selecionados para o dia 30 de novembro. O link é https://sgbu.manaus.am.gov.br/inscricao.

O diretor-geral da Espi, Júnior Nunes, chama a atenção para os candidatos que iniciaram a inscrição, mas que ainda não concluíram o processo.

“Orientamos os candidatos que observem a mensagem de finalização da inscrição. Temos mais de 13 mil pessoas que apenas começaram o cadastro. É necessário que elas acessem novamente o sistema para completar as informações que faltam e, dessa forma, poderem concorrer às bolsas. Por orientação do prefeito David Almeida, nós prorrogamos a data de encerramento das inscrições para possibilitar que todas as pessoas de baixa renda, que sonham em fazer uma graduação, possam ter acesso às faculdades particulares com descontos nas mensalidades que podem ser integrais”, alerta Júnior.

Para o PBU 2024, a prefeitura disponibiliza 880 bolsas de 100%; 6,3 mil de 75%; e o restante com 50% de desconto nas mensalidades, todas com custo zero para os cofres do município de Manaus. As opções são para 74 cursos de nível superior, sendo 38 de bacharelado, 6 de licenciatura e 30 tecnológicos.

Critérios

Para participar do processo seletivo, o candidato deve ser brasileiro, nato ou naturalizado, residente em Manaus, com renda familiar per capita (por pessoa residente no imóvel) não excedente a um salário-mínimo e meio (R$ 1.980), e estar regularmente matriculado ou apto a se matricular em uma das Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras do programa.

O candidato também deve ter ensino médio completo ou equivalente (ou concluir até o dia 13/12/2023) e não possuir diploma de curso superior ou estar matriculado em IES pública. Além disso, não podem participar beneficiários de programa de graduação mantido pelo poder público ou pela iniciativa privada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *