Alta do diesel pode atingir valor pago no frete das mercadorias

Líder dos caminhoneiros afirmou o repasse ao consumidor é inevitável.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

BRASIL - O líder da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava) afirmou na quarta-feira (11), que o aumento do diesel vai impactar o valor dos fretes. Em nota, Wallace Landim disse acreditar que o repasse ao consumidor é inevitável.

A Petrobras anunciou no começo da semana reajuste de 8,8% no preço do diesel, que passou a valer a partir da terça-feira 10. Com isso, o valor médio do combustível passa de R$ 4,51 para R$ 4,91.

Segundo a Petrobras, a parcela da companhia no preço ao consumidor será em média de R$ 0,36 por litro, ou seja, de R$ 4,06 para R$ 4,42. Isso considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos.

"Os caminhoneiros não sobrevivem mais se não repassarem os aumentos dos combustíveis para os fretes. Como liderança, essa é a nossa orientação para a categoria", afirmou o líder da categoria, conhecido como Chorão, que esteve à frente de greve em 2018.

O líder sindical ainda criticou a política conhecida como preço de paridade internacional, que leva em conta custos de importação e taxas portuárias como referências para o cálculo dos combustíveis.