Cheia atinge 280 mil pessoas no Amazonas

Governo Estadual destina R$ 300 à famílias impactadas pelas enchentes.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

MANAUS (AM) - No Amazonas, 280.958 pessoas já foram atingidas pela cheia dos rios em 2022, de acordo com relatório divulgado pela Defesa Civil do Estado. O número representa aproximadamente 70.240 famílias afetadas.

As informações foram colhidas por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, uma plataforma federal que reúne dados sobre riscos e desastres em todo o Brasil.

De acordo com a Defesa Civil, o munícipios mais afetado é Manacapuru, seguido de Careiro da Várzea, Borba, Itacoatiara e Manaquiri.

Em Manaus, o Rio Negro atingiu, nesta quarta-feira (18), a média de 29,29 metros, considerada uma cota de inundação severa, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

A Prefeitura de Manaus estima que aproximadamente 4 mil famílias serão afetadas serão impactadas pela enchente do rio. Só na capital, 300 áreas estão catalogadas.

Já no interior, para tentar conter os dados, um auxílio estadual, regulamentado pelo Governo Estadual, destina R$ 300 à famílias impactadas pelas enchentes.

Para receber, os impactados pela cheia devem viver em municípios que decretaram legalmente situação de emergência.