meta Oab

Governo Federal usa imagem de caçador para homenagear o Dia do Agricultor

A imagem escolhida pelo órgão, que trabalha na divulgação das atividades do governo, usou a silhueta de um homem armado com uma espingarda e ao fundo o que seria uma lavoura.

Por Redação em 28/07/2021 às 14:25:29

Foto: Divulgação

BRASIL - A homenagem aos represetantes do setor agrícola brasileiro, feita na manh√£ desta ter√ßa-feira (28) pela Secretaria de Comunica√ß√£o (Secom) do Governo Federal em suas redes sociais, foi criticada por ambientalistas.

A imagem escolhida pelo órg√£o, que trabalha na divulga√ß√£o das atividades do governo, usou a silhueta de um homem armado com uma espingarda e ao fundo o que seria uma lavoura.

O tuíte recebeu diversas críticas dos usu√°rios e um deles apontou a origem da fotografia, retirada do banco de imagens iStock, que é pago. Neste site, a foto tem a seguinte a descri√ß√£o: "Silhueta de ca√ßador carregando espingarda no ombro e observando".

Na busca por "ca√ßador" no banco de imagens da Google, por exemplo, é possível encontrar inúmeras imagens semelhantes à que o Governo Federal escolheu para o post de homenagem ao Dia do Agricultor.

A situa√ß√£o foi ainda criticada em um evento organizado pelo Greenpeace Brasil, onde a imagem supreendeu os palestrantes da mesa que falavam para jornalistas sobre as queimadas na Amazônia e a irresponsabilidade do governo ao modificar legisla√ß√Ķes ambientais para prejudicar a manuten√ß√£o da floresta e ajudar interesses econômicos de grupos.

"Ela [a imagem] é absurda e representa quem o governo est√° defendendo. O governo tem defendido um pequeno grupo de agricultores que é violento, que s√£o criminosos, desmatam criminalmente, invadem terras públicas (¬Ö) E a gente v√™ isso de forma muito clara nas tentativas de mudan√ßas na legisla√ß√£o", disse uma das palestrantes.

Desde que chegou ao poder, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem assinado decretos para ampliar o acesso a armas. Ele j√° falou, em v√°rias ocasi√Ķes, sobre o desejo de ver toda a popula√ß√£o armada.

Em apenas tr√™s anos, o Brasil dobrou o número de armas nas m√£os de civis, segundo um Anu√°rio Brasileiro de Seguran√ßa Pública divulgado no dia 15 deste m√™s.

Em 2017, segundo a Polícia Federal, o Sistema Nacional de Armas (Sinarm) contabilizava 637.972 registros de armas ativos. Ao final de 2020, o número subiu para 1.279.491 – um aumento de mais de 100%.

Além disso, o número de pessoas físicas que pediram registros para atuarem como ca√ßadores, atiradores desportivos e colecionadores aumentou 43,3% em um ano: de 200,1 mil pessoas, em 2019, para 286,9 mil, em 2020.


VEJA O POST:

Reprodução: Twitter

Comunicar erro
ENTRE NO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP

Coment√°rios

ANUNCIE AQUI!