meta Oab

Casal suspeito de envolvimento em morte de sargento do Exército se entrega à polícia

Joabson, acabou descobrindo a traição através do celular da mulher. Além disso, ele também descobriu que Jordana desviou a quantia de R$ 200 mil do supermercado para o sargento, seu amante.

Por Vandreza Costa em 21/09/2021 às 14:53:21

Foto: Divulgação

MANAUS - Devido a grande repercussão do caso do sargento Lucas Guimarães, a Polícia Civil do Amazonas realizou uma coletiva de imprensa para dar detalhes e esclarecer os motivos dos mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (21), no qual os mandados estão em nome de Joabson Agostinho Gomes e Jordana Azevedo Freire, proprietários dos supermercados Vitória, suspeitos de envolvimento na morte de Lucas, que passaram a manhã foragidos.

De acordo com as investigações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Joabson é o suposto mandante do assassinato do militar. Segundo a delegada Marna de Miranda, o caso é caracterizado como crime passional.

O casal estava foragido desde o início da manhã desta terça-feira, quando a polícia anunciou uma operação. Joabson e Jordana a poucos minutos se entregaram á polícia. Agora passaram pelos procedimentos cabíveis.

Entenda

As investigações da DEHS apontaram que Lucas Guimarães tinha um relacionamento extraconjugal com Jordana Freire, esposa do empresário Joabson Gomes, dono da rede de supermercados Vitória. Joabson, acabou descobrindo a traição através do celular da mulher. Além disso, ele também descobriu que Jordana desviou a quantia de R$ 200 mil do supermercado para o sargento, seu amante.

Ainda conforme as investigações, o sargento Lucas Guimarães prestava serviços gráficos ao empresário Joabson Gomes. Devido ao temperamento do empresário, os dois tiveram um desentendimento. Após o conflito, Jordana passou a realizar os negócios da empresa com Lucas. Eles se conheceram em dezembro de 2020, e desde então passaram a vivenciar o relacionamento extraconjugal.

Após descobrir a traição e o desvio do dinheiro, Joabson passou a fazer ameaças á Lucas. Devido as ameaças, no dia 19 de julho, Lucas devolveu a quantia repassada pela amante a um funcionário do supermercado. Com as investigações, a polícia descobriu também que Jordana era agredida fisicamente pelo marido por conta da traição.

Jordana Freire teve o mandado de prisão temporária expedido pelo fato dela não ter registrado Boletim de Ocorrência (BO) contra o marido. Segundo a polícia, mesmo após a traição, ela continuou com o marido, no entanto, passou a ser agredida por ele.

Na operação de hoje (21), policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão em algumas unidades da rede de supermercados. Durante a ação, foram apreendidas uma arma de fogo na unidade da Avenida Torquato Tapajós, Zona Centro-Sul, e munições na unidade do Coroado, Zona Leste. De acordo com a delegada Marna, há um forte indício de quebra de sigilo da operação, o que levou o casal a fugir.


Comunicar erro
ENTRE NO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP

Comentários

ANUNCIE AQUI!