Dupla é presa por estelionato, dando golpe de 102 mil reais

A polícia ainda investiga um homem identificado apenas como "André" que teria participação no golpe.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução


O golpe era aplicado com aluguel de um veículos locadoras locais, após isso, eles falsificavam o documentos realizavam a venda. A operação criminosa foi investigada pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) e chegou ao fim nessa semana.

A ação gerou um prejuízo de 102 mil reais, até agora foram presos Fabrício de Souza Nascimento e Fernando Moreira de Sousa apontados pela investigação como líderes da organização criminosa.

Um revendedor teria adquirido o veículo, transferido o valor da compra para uma terceira pessoa, identificada como Júlia Jossana Alves, somente após a compra é que o revendedor descobriu que o Documento Único de Identificação (DUT) havia sido adulterado. Durante e investigação foi constatado que o veículo foi alugadores Arthur Viking Arruda Machado, ele estava acompanhado de Fernando e de um terceiro homem identificado como Mikahakene Reinaldo de Souza, os três teriam sido responsáveis pela adulteração.

A polícia ainda investiga um homem identificado apenas como "André " que também teria participação no golpe, ao todo seis suspeitos são investigados.

Segundo o Delegado da DERFV, Aldeney Goés, o esquema era bastante complexo, pois quando o veículo saiu da locadora tinha uma placa e após a venda tinha outra, reforçando o crime de adulteração de placa e documento.

Os dois envolvidos responderão por estelionato, furto, fraude, adulteração de veículos, falsificação de documento público e associação criminosa. Fernando e Fabrício tiveram as contas bloqueadas, bem como a quebra do sigilo bancário já foi solicitada.


Estagiário sob supervisão de Bárbara Nascimento.