meta Oab

Após post homofóbico, Maurício Souza é afastado pelo Minas Clube

O perfil oficial do Minas Tênis comentou sobre o caso de Maurício, e reforçou que não vai aceitar intolerâncias.

Por Antônio Farias em 27/10/2021 às 11:34:56

Foto: Divulgação

BRASIL - Na última terça-feira (26), o Minas Tênis Clube anunciou o afastamento do central Maurício Souza, o atleta ainda foi multa ao atleta por conta da publicação homofóbica que fez em suas redes sociais.

A decisão do clube aconteceu no mesmo dia em que dois de seus principais patrocinadores afirmaram que estavam acompanhando os desdobramentos do caso, e que o Minas deveria adotar "medidas cabíveis" direto com o atleta.

O atleta teria criticado a editora DC Comics por revelar em uma história que o personagem do Super-Homem era bissexual.

"Hoje em dia o certo é errado, e o errado é certo... Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado, eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias. 'Ah, é só um desenho, não é nada demais'. Vai nessa que vai ver onde vamos parar", escreveu.

Segundo o UOL, as partes chegaram a cogitar a ideia de rescindir o contrato de Maurício Souza, mas apenas afastaram.

Os jogadores do Minas teriam assinado uma carta onde defendiam Maurício e a liberdade de expressão. Mas o líbero Maique, que é homossexual, disse que não tinha assinado nada.

A fala do atleta teria incomodadk alguns internautas, já que em nenhum momento de sua carta de desculpas, Maurício diz o motivo pelo qual estaria se retratando.

Além disso, a postagem só foi feita no "Twitter", enquanto o "Instagram" ficou sem atualizações sobre o caso, além de Maurício ter mantido a publicação homofóbica que gerou toda a repercussão.

"Olá, pessoal, tudo bem? Após conversar com minha família colegas de equipe e com à presidência do clube, sobre as publicações feitas no meu perfil. Venho a público pedir desculpas se minha opinião tenha ofendido ou machucado alguém ou alguma comunidade. Não foi minha intenção!", escreveu.

O perfil oficial do Minas Tênis comentou sobre o caso de Maurício, e reforçou que não vai aceitar intolerâncias.

"O Minas Tênis Clube reforça que não aceita e não aceitará manifestações intolerantes, racistas, preconceituosas e homofóbicas, e que intensificará campanhas internas em prol da diversidade, respeito e união, por serem causas importantes e alinhadas com os valores institucionais", Em nota.



Comunicar erro
ENTRE NO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP

Comentários

ANUNCIE AQUI!