Bolsonaro diz que preço do combustível começa a cair a partir desta semana; Petrobras contraria

O presidente não deu detalhes sobre o porcentual que deverá incidir na bomba

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

BRASIL - O preço do combustível, que ao longo do ano registrou aumentos expressivos, deverá reduzir a partir desta semana. A declaração é do presidente Jair Bolsonaro em conversa com o portal Poder360, na manhã de domingo (5).

Ele não deu detalhes sobre quanto será o porcentual de redução, mas explicou que a queda no preço deve seguir por algumas semanas. "A Petrobras começa nesta semana a anunciar redução no preço do combustível", disse. "O que os prefeitos tem alegado é que o aumento dos combustíveis reflete no preço das passagens de transporte."

"Seria bom que os prefeitos procurassem os governadores", alegou sobre o tema. "O ICMS é bitributado, é cobrado no preço final da bomba. Eu não reajustei, mantive congelado desde 2019 o valor do PIS/Cofins. Já os governadores mais do que dobraram o valor arrecadado com ICMS de 2019 para cá", afirmou.

Porém, a Petrobras afirmou nesta segunda-feira (6) que ainda não há decisão tomada sobre cortes nos preços dos combustíveis. A afirmação foi feita em comunicado ao mercado para responder declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que anunciou redução para esta semana.

"A Petrobras não antecipa decisões de reajuste e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado", afirmou a empresa, em texto enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).