CBF vai exigir vacinação completa para jogadores inscritos nos torneios da entidade em 2022

Atletas que não tiverem o ciclo vacinal completo não poderão jogar as competições organizadas pela entidade

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

BRASIL - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) exigirá a vacinação completa contra a covid-19 para jogadores inscritos nos torneios organizados pela entidade. A determinação consta no Guia Médico de Medidas Protetivas Para o Futebol Brasileiro 2022, publicado nesta sexta-feira, 21.

"É obrigatório ao indivíduo a apresentação do comprovante de vacinação plena para a Comissão Médica Especial da CBF", diz o documento.

A confederação reitera ainda que jogadores e membros da comissão técnica dos times precisarão apresentar o comprovante de vacinação para terem seus nomes inscritos nas súmulas das partidas. "O certificado de vacinação plena para covid-19 é obrigatório para todos os atletas e membros da comissão técnica", esclarece. "Sem o qual não haverá e elegibilidade para a inscrição em súmula nas partidas da temporada 2022."

Para a CBF, configura-se vacinação plena as duas doses do imunizante ou a dose única, a depender do fabricante. "A vacinação será considerada plena a partir da aplicação das doses recomendadas em bula por cada laboratório fabricante da vacina devidamente autorizada pelas agências", informa a instituição.

A confederação continuará a fazer testes rotineiros antes dos jogos. Para que sejam inscritos nas partidas, os atletas terão de apresentar o resultado negativo dos exames. "O clube mandante deverá realizará a testagem no dia anterior à partida", diz o documento. "O clube visitante deverá realizar a testagem preferencialmente dois dias antes da data da partida."