População incendeia casa de suspeito de assassinat pastor por dívida de conserto

Como resposta, a população queimou a casa de um dos suspeitos da morte do mestre religioso.

© Divulgação

© Divulgação

POLÍCIA- Um líder religioso de uma igreja na cidade de Palmas, no sul do Paraná, foi a óbito durante a madrugada deste último sábado (22), logo após se negar a pagar R$ 10 para um homem que fez o conserto de uma ligação irregular de energia elétrica.

Segundo informações cedidas pela Polícia Militar, havia acontecido uma queda de energia na rede elétrica que acabou atingindo o prédio onde é localizada a igreja. O pastor solicitou para que um morador da área fizesse o conserto, mas depois, negou o pagamento.

O homem que quis cobrar o valor do pastor saiu, mas voltou com dois irmãos. Eles atiraram, ainda de acordo a PM, contra as pessoas que estavam em frente à igreja. Quatro homens foram baleados, e um deles morreu. O suspeito de atirar contra o grupo também foi atingido, com um tiro no abdômen. Ele foi Imediatamente socorrido e depois preso.

Horas depois, criminosos foram até a casa do "caloteiro", e o mataram com 10 tiros. Como resposta, a população queimou a casa de um dos suspeitos da morte do mestre religioso.