Amazonas tem etanol e diesel mais baratos do Norte em janeiro

Enquanto o itro do etanol custa, em média, R$ 5,358 nos postos do Amazonas, o diesel e o diesel S-10 são comercializados a R$ 5,445 e R$ 5,488, respectivamente.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

MANAUS - O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) apontou que o etanol comercializado nos postos amazonenses foi o mais barato no balanço da Região Norte, referente a janeiro de 2022. De acordo com a pesquisa, o litro do combustível custa, em média, R$ 5,358 nos postos do Amazonas. Em contrapartida, a Região Norte liderou ante as demais no que diz respeito ao preço médio do etanol comercializado nos primeiros dias do ano. No balanço nacional, o combustível da Região apresentou a maior média (R$ 6,109), se comparado ao fechamento de dezembro.

Dentre os estados da Região Norte, o Pará apresentou o litro mais caro para o etanol no período, a R$ 6,596 – apesar do recuo de 0,95% em relação a dezembro.

Da mesma forma, no Amazonas, o diesel e o diesel S-10 também apresentaram as menores médias entre os estados do Norte nos primeiros dias de janeiro, a R$ 5,445 e R$ 5,488. No balanço nacional, o tipo S-10 e o tipo comum apresentaram os preços mais caros, a R$ 5,826 e R$ 5,889.

A gasolina mais cara da Região foi encontrada nas bombas paraenses, a R$ 7,089. Já o Amapá, além de registrar a menor média nacional para a gasolina (R$ 6,334), o combustível também foi comercializado pela menor média dentre os sete Estados da Região, a R$ 6,334.

"Na análise nacional e, numa segunda análise considerando apenas os Estados que compõem o Norte, o preço dos combustíveis na Região mantiveram uma estabilidade em relação a dezembro, conforme o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A gasolina segue figurando como a opção mais vantajosa, quando comparada ao etanol na relação 70/30, para os motoristas que abastecem no Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, e Tocantins", aponta Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.