Pai é preso após abusar e engravidar a própria filha em Itapiranga

Polícia

Itapiranga (AM)- Nesta última quinta-feira (16), a Polícia Civil (PC-AM), cumpriu com um mandado de prisão preventiva contra um homem, de 40 anos, acusado de estupro de vulnerável praticado contra a própria filha.

A ação criminosa aconteceu no ano de 2022, quando a vítima tinha apenas 13 anos, e ela chegou, inclusive, a engravidar em decorrência do abuso sexual.

O delegado Aldiney Nogueira, titular da 38ª DIP, afirmou que a equipe de investigação tomou ciência do caso após uma denúncia realizada ao Disque 100, dos Disque Direitos Humanos, na qual informava que o infrator, possivelmente, seria o pai biológico do próprio neto, nascido em agosto de 2023.

Em interrogatório, o indivíduo negou que fosse o genitor da criança, entretanto, quando indagado se faria espontaneamente o exame de DNA para eliminar a probabilidade da paternidade, ele recusou, duas vezes, a realizar o exame”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, diante dos elementos colhidos na investigação, foi representado ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do homem, uma vez que sua convivência com a vítima provavelmente estivesse resultando em novos abusos sexuais, bem como atrapalhando as investigações, já que tanto a adolescente, quanto sua mãe, negaram que o indivíduo teria praticado o crime.

“O homem negou que teria cometido o crime nas vezes em que foi questionando, contudo, no momento de sua prisão, ele admitiu verbalmente ser autor do crime contra sua própria filha”, completou.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Conselho Tutelar do município deram apoio no decorrer da investigação, realizando todo acompanhamento assistencial com a vítima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *