Queimadas: “Quem tiver cometendo ilegalidade vai ser autuado”, alerta Wilson Lima

Amazonas

Amazonas – Para combater os focos de queimadas, o Governo do Amazonas anunciou nesta quarta-feira (11) o reforço do efetivo. Serão enviados mais 64 agentes, entre policiais militares e técnicos do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaa), além de 16 viaturas e duas aeronaves, para atuar em Autazes (a 112 quilômetros da capital).

Na tarde desta quarta-feira (11), agentes e viaturas foram deslocados de Manaus para o município, que registrou 108 focos de calor somente no dia de hoje, deixando a capital do estado encoberta por fumaça.

O novo efetivo soma-se a outros 52 servidores e seis viaturas que estão atuando na região no combate aos focos de incêndio. Com isso, são quase 120 homens trabalhando para conter as práticas de crimes ambientais. Segundo o governador, o grupo atuará no local até que se contenha a situação das queimadas, agravadas pela forte estiagem pela qual passa o Amazonas.

“Agora a gente está embarcando 16 viaturas, mais 64 homens para combater os incêndios e trabalhar na identificação daqueles que estão praticando esses crimes e vamos agir com o necessário rigor, o rigor que estabelece a lei. Quem tiver cometendo ilegalidade vai ser autuado”, garantiu o governador do Amazons, Wilson Lima.

O governador ressaltou que o Governo do Amazonas vem trabalhando de forma permanente no monitoramento e combate aos incêndios. De 12 de julho até 10 de outubro, um total de 2.121 incêndios já foram combatidos pelos quase 600 agentes atuando no estado, incluindo bombeiros, brigadistas e agentes da Força Nacional.

Efetivo no combate às queimas (Foto: Diego Peres/Semcom)

Ação que se soma a outras, como envio de ajuda humanitária, também em andamento no Amazonas. A tropa é formada por policiais militares, policiais civis e servidores do Ipaam.

“A ideia, justamente, é a prevenção, mas claro, identificando ali a questão das queimadas, nós iremos fazer a repressão que é o que a lei determina”, informou o secretário de Estado de Segurança Pública, coronel Vinícius Almeida.

O diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, explicou que o órgão já realiza autuações de forma remota e que, agora, as equipes também vão atuar in loco.

“Essa equipe permanecerá em Autazes até debelar esses focos de incêndio. Além do que, já existe a atuação remota. A gente identifica o alvo, faz a atuação remota, embarga a área e manda as equipes em campo”, explicou. 

Anúncio de aumento no efetivo foi realizado nesta quarta (Foto: Arthur Castro/Semcom)

Ajuda federal

Também nesta quarta-feira, Wilson Lima conversou com três ministros do Governo Federal para envio de reforço às ações de combate às queimadas. Ele pediu à ministra Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança Climática) apoio com equipamentos e pessoal.

Ao ministro José Múcio Monteiro (Defesa), o governador solicitou o envio de aeronaves de grande porte para alcançar os focos mais distantes. Wilson também falou com o ministro Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos) sobre a dificuldade que as embarcações enfrentam para navegar entre Itacoatiara e a capital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *