‘Vai que Cola’ é renovado para 2024 mesmo após brigas entre atores e roteiristas

Home

Brasil (BR)- A Rede Globo pensou em cancelamento após um desentendimento grave entre atores e roteiristas da atração neste ano, mas a emissora decidiu renovar o humorístico “Vai que Cola” para uma 12ª temporada, que será produzida em 2024.

A parte técnica será tocada mais uma vez pela produtora A Fábrica, que é parceira da Globo em diversos projetos. As gravações vão acontecer a partir de junho do ano que vem e o programa irá ao ar a partir de setembro, inicialmente no Multishow, e depois com exibição em TV aberta.

A assessoria de comunicação do Multishow, o canal de variedades da Globo na TV por assinatura, confirma a continuidade do programa para 2024 em comunicado.

Oficialmente, o canal nega seu cancelamento para o ano que vem, mas em 2025, a empresa diz que ainda não existe o planejamento da programação ou definição sobre o humorístico ser encerrado ou não.

Mesmo com problemas a dona Glô se baseia no sucesso de “Vai que Cola”. A leva de episódios deste ano foi o programa de humor mais visto do Multishow até agora, superando outros lançamentos.

Em agosto, a Globo e o Multishow viveram um problema nos bastidores das gravações da 11ª temporada do “Vai que Cola”, e que se tornou público. O estopim para essa crise veio à tona com a demissão de André Gabeh, um dos poucos roteiristas negros da produção.

“A implicância ou perseguição por parte do elenco em relação ao autor não é uma questão recente”, afirmou um comunicado da equipe de escritores divulgado para o público. Neles, os escritores acusavam os atores de interferirem no roteiros e de cometerem assédio moral com quem escrevia as piadas.

Cacau Protásio, uma das integrantes mais antigas do elenco e a única que se pronunciou publicamente sobre as acusações feitas pelos roteiristas sobre as interferências dos atores na equipe de redação, manifestou sua insatisfação nos estúdios.

Ela reclamou da exposição solitária, e principalmente de ter sido responsabilizada nas redes pela demissão de Gabeh. A atriz criticou seus colegas por não se posicionarem contra as acusações e ainda exigiu uma declaração pública do canal Multishow em defesa do elenco, o que não aconteceu.

Protásio já tinha se manifestado sobre a questão relacionada a empresa ao comentar a saída de André Gabeh:

“É muito mais fácil acusar o elenco do que acusar a Globo ou o Multishow. É muito mais fácil acusar o menor do que acusar o maior”, afirmou.

Atualmente, o compliance da Globo investiga as denúncias de problemas em “Vai que Cola”. Uma delas é uma agressão feita um por nome do elenco para uma assistente de direção durante as gravações. Depoimentos já foram colhidos, mas não houve conclusão até o momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *